A imensa logística por trás da futura vacina contra Covid-19

0
227

Antes de chegarem até a população, vacinas que ainda sequer foram aprovadas já ganharam local de armazenamento: verdadeiras “fazendas de frigoríficas” que garantem temperaturas de até -80ºC

Longos corredores paralelos flanqueados por colunas de congeladores de quase dois metros de altura, cada um ajustado para -80ºC: aqui deverá ser armazenada parte das vacinas contra a Covid-19, antes de chegar até a população. Longos corredores paralelos flanqueados por colunas de congeladores de quase dois metros de altura, cada um ajustado para -80 ºC: aqui deverá ser armazenada parte das vacinas contra a Covid-19, antes de chegar até a população.

A jornada das vacinas

Depois de prontas, as vacinas sairão do laboratório em caixas especializadas, muito bem isoladas, carregadas de gelo seco (dióxido de carbono congelado). As caixas serão levadas às fazendas, onde serão cuidadosamente abertas sobre uma mesa macia, semelhante a uma maca, e armazenadas nos congeladores.

Com base nas instruções ou pedidos dos clientes, as vacinas seriam colocadas de volta em caixas isoladas com gelo seco, capazes de manter a temperatura ideal por até 96 horas. Dependendo do rigor das especificações, a reembalagem ocorrerá numa sala com temperaturas de até -20 ºC ou numa entre 2 a 8 ºC – a faixa de temperatura de armazenamento ideal para a maioria das vacinas – para garantir que as doses não fiquem comprometidas.

Acesse a matéria completa clicando aqui

Fonte: Portal de notícias G1

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here