São Paulo, abril de 2020. A esperada ampliação da quantidade de testes para diagnóstico de Covid-19 depende (além dos kits de testagem) de ampla estrutura logística e volume de embalagens especiais para transporte de material biológico. Fabricante de embalagens térmicas para transporte de medicamentos e produtos diagnósticos, a Polar Técnica explica como essas caixas especiais garantem que as secreções coletadas mantenham-se nas condições apropriadas ao trabalho laboratorial, sem gerar riscos para profissionais e população durante seu deslocamento e mantendo a qualidade do material.

O transporte de amostras para diagnóstico do novo coronavírus seguem rígidas diretrizes da Sociedade Brasileira de Pneumologia e Tisiologia (SBPT) e do Centers for Disease Control and Prevention – USA (CDC). O meio de transporte viral e os swabs (tipo de cotonete), provenientes das coletas nasofaríngeas e orofaríngeas, devem ser armazenados e transportados entre 2°C e 8°C. Sendo patógenos biológicos ativos a embalagem deve oferecer também suficiente resistência mecânica, protegendo contra eventuais choques ou impacto. Por ser um meio líquido não é necessária a proteção contra a umidade.

Segundo a Polar Técnica, os produtos utilizados nesse transporte de material biológico são:

– Linhas XPS: Caixas leves, com revestimento interno em poliestireno extrudado e excelente resistência mecânica. Dependendo do tamanho da caixa pode manter a temperatura interna estável por até 72 horas.

– Kits EPS: Kits de caixas em poliestireno expandido (também conhecido como isopor®) , com parede tripla com espessuras de 60 e 70 mm. Possui alta performance térmica e poder de assegurar a temperatura interna por até 96 horas.

– Elementos Refrigerantes Top Sek®: Produzido com tecnologia própria e exclusiva, é o único gelo espuma do mercado com embalagem especial que permite a absorção de até 90% da água de condensação.

– Caixa UN3373-B: Na categoria de transporte de materiais biológicos tidos como infectantes, como por exemplo, as amostras para diagnóstico da Covid-19, a solução contempla a Polar Bag, que é utilizada como embalagem secundária para o transporte destas amostras suportando até 95kpa de pressão.

– Tempmate® M1: Registrador de temperatura que emite relatórios em PDF automaticamente. Sua faixa de monitoramento é de -30°C a 70°C. O registrador tem capacidade de armazenamento de 32.000 medições.

Em média, a empresa leva três dias para a produção desses itens. Para garantir a eficácia, as soluções de embalagens e instrumentos da Polar Técnica são qualificadas pelo Laboratório Valida, referência no mercado farmacêutico e diagnóstico, seguindo os guias da Anvisa e entidades reconhecidas internacionalmente como ISPE (International Society for Pharmaceutical Engineering ) e PDA (Parenteral Drug Association).

Mais informações à imprensa

RS Press

Edson Raphael – 11 99736-3712

edsonraphael@rspress.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here